SINOPSE

“Nas memórias da família Carvalho, a ausência da matriarca é expressa pela frieza dos relacionamentos e por paisagens sonoras deslocadas do espaço imagético, instituindo uma atmosfera insólita, mas o tom onírico criado pelo desenho sonoro se opõe ao realismo quase documental das imagens.”